• Central de atendimento 24h (011) 4780-5608
  • Cremação é mais cara que sepultamento?

    A perda de um ente querido ou de um amigo é um momento muito delicado e difícil na vida de qualquer pessoa. Contudo, isso é algo comum a todos, sendo que em algum momento da vida todos nós somos obrigados a encarar esse triste acontecimento.

    Nessa hora, é quando surge a dúvida entre cremação e sepultamento, que são duas formas de lidar com o destino final de uma pessoa falecida e muitas pessoas não conhecem ao certo todos os detalhes desses dois procedimentos, principalmente em relação aos custos.

    Sendo assim, no texto de hoje, falaremos sobre os detalhes dos custos da cremação e do sepultamento para verificar qual dos dois é o mais barato. Confira!

    Cremação x Sepultamento

    São muitas as dúvidas e questões a serem resolvidas quando alguém falece. Principalmente em relação a despedida e qual a forma mais adequada e econômica para se realizar esse ritual tão importante para a família e os amigos. 

    Embora a perda de uma pessoa querida seja um momento delicado, ela não dispensa a preocupação com todos os custos relacionados ao funeral. Isso porque muita gente acha que uma cremação pode ser um procedimento caro, mas nem sempre é assim.

    Para se ter uma ideia, os custos de um funeral podem ser muito altos, principalmente para quem não possui um plano funerário. Portanto, dependendo da dimensão da despedida planejada, a diferença de valores desses dois procedimentos pode ser muito alta.

    Veja mais detalhes sobre os custos de ambos os procedimentos a seguir!

    Preço de um sepultamento

    Um funeral completo para quem vai enterrar alguém pode chegar facilmente ao valor de R$10.000 mil reais. Mas isso depende de uma série de fatores e escolhas feitas pela família para composição do funeral. 

    Os principais gastos relacionados a variação de preços de um sepultamento são: caixão, ornamentação, cerimônia do velório, liberação do corpo, preparação do corpo, pagamento de taxas referentes ao cemitério e cartório, translado do local do óbito até o local do velório e o enterro. 

    Preço de uma cremação

    Muitos pensam que o valor da cremação é muito superior ao de um sepultamento tradicional e, por isso, ela acaba sendo evitada por conta do mito criado em relação ao valor. É comum as pessoas acharem que o preço exigido pela cremação em detrimento do enterro seja muito maior, porém, isso não é uma realidade. 

    Uma cremação custa em média R$2.500 reais para casos onde há cerimônia simples. Mas, nos casos em que cerimônias demandam mais regalias nos momentos de homenagem, o valor da cremação pode ultrapassar o valor de R$10.000 reais. 

    Dessa forma, a cremação pode ser compreendida como uma ação mais barata do que o sepultamento, pois as despesas em geral podem ser reduzidas. 

    Portanto, quando tiver dúvidas entre cremação e sepultamento, leve em consideração que a cremação é mais barata. Os principais gastos que fazem o valor da cremação variar são: serviço funerário, caixão, velório e traslado. 

    Como funciona um enterro?

    Antes de escolher entre cremação e sepultamento é importante saber como funciona cada um desses procedimentos.

    Então, antes de optarmos pelo sepultamento, é importante sabermos que além de todos os custos envolvidos em um funeral, a família ainda terá que arcar com as despesas nos anos recorrentes ao falecimento. 

    As despesas envolvem a taxa de manutenção do jazigo e o pagamento da taxa de exumação após o término do período estimado para decomposição. O valor varia de acordo com a região, contudo, é importante ainda considerar a possibilidade de o corpo estar semi-intacto, pois, nesses casos, o valor da exumação fica mais caro. 

    Uma opção seria enterrar o corpo novamente e esperar pelo período de 12 meses e depois repetir o processo. Depois que colocamos todos os custos no papel, desde no início com a liberação do corpo até os valores gastos da exumação, é provável que o valor do sepultamento saia bem mais caro do que o esperado. 

    Como funciona uma cremação?

    A cremação é um processo muito prático e a família pode optar por realizar um velório normal e depois conduzir o corpo do falecido para a cremação. Após o velório, a família sai do local e o corpo é submetido a uma temperatura que ultrapassa os 900ºC.

    Com esse processo, o corpo é transformado em pó, mas normalmente costumam sobrar alguns fragmentos de ossos, que são triturados para que formem as cinzas, que são entregues as famílias pouco tempo depois em urnas especiais.

    Com a urna das cinzas em mãos, as famílias poderão escolher qual o melhor destino para elas. Os destinos das cinzas variam muito, de acordo com a preferência da família e dos falecidos. 

    É comum as cinzas serem espalhadas onde o falecido mais gostava de frequentar, mas muitos preferem jogar as cinzas ao mar. O lado positivo da cremação é que após esses procedimentos, não haverá mais preocupações por parte da família com mais nada relacionado a custos, ao contrário do sepultamento. 

    As principais vantagens da cremação em relação do sepultamento são: a economia, o conforto e a praticidade.

    Portanto, cremação e sepultamento são duas opções que todas as famílias que perdem algum ente querido se deparam e a escolha deve sempre levar em consideração os valores e também a vontade do falecido.

    Deixe um comentário