• Central de atendimento 24h (011) 4780-5608
  • Comoção ou luto coletivo? O que sentimos com notícias de mortes por Covid

    O momento que vivemos no Brasil e no mundo é muito triste. Milhões de vidas sendo tiradas pela pandemia causada pelo novo Coronavírus (Covid-19), fez com que a rotina de todas as pessoas fosse diretamente afetada. Contudo, o que a sociedade está passando é uma comoção ou luto coletivo?

    Ficamos com o coração partido ao vermos histórias de vidas sendo rompidas abruptamente pela pandemia e, para piorar, as famílias muitas vezes nem mesmo podem realizar uma despedida adequada para os seus entes queridos por contas das regras de distanciamento social e protocolos de segurança.

    Sendo assim, com a falta de um sepultamento adequado, muitas pessoas acabam não vivenciando corretamente as dores do luto. E isso faz com que elas também acabem desenvolvendo problemas emocionais. Até mesmo pessoas que não perderam entes queridos podem ser afetadas por situações caóticas e pandêmicas como a que estamos vivendo.

    Elas se comovem com tudo o que está acontecendo e algumas até mesmo entram em processo de luto coletivo. Contudo, você sabe diferenciar o que é cada uma dessas coisas? É isso o que veremos no Texto de hoje. Confira!

    O que é comoção e luto coletivo?

    Antes de iniciarmos as discussões acerca desse assunto e o momento de tristeza e pesar que estamos vivendo com tantas mortes devido a Covid-19, precisamos compreender melhor o que cada um desses termos significa.

    Consulta Gratuita Benefícios Sociais

    Veja a seguir:

    Luto coletivo 

    Quando o rompimento drástico de um vínculo, como a morte, envolve muitas pessoas ao mesmo tempo, pode ocorrer o luto coletivo. Pois as emoções são contagiosas, por isso, esse efeito acaba sendo coletivo.

    Saber que essa situação não ocorre apenas com a gente pode fazer que nos sintamos mais acolhidos. Isso porque outras pessoas podem entender a nossa dor e, assim, podemos nos sentir mais à vontade para dividir nossos sentimentos.

    Em outras palavras, é a sensação de que estamos todos no mesmo barco e isso pode servir de consolo.

    O luto coletivo pode ser sentido em diversas situações de grandes perdas, como, por exemplo, após enchentes, em que os sobreviventes tem que aprender a lidar com a perda de familiares, amigos, casas e carros ou de quaisquer outras coisas de valor.

    O luto coletivo pode ser sentido ainda em tragédias como o massacre que aconteceu na Escola Estadual Raul Brasil, a queda do avião com os jogadores da Chapecoense, o rompimento das barragens de Brumadinho e o incêndio da Boate Kiss. 

    Entretanto, o luto coletivo pode ser sentido ainda com a perda de um ídolo muito famoso, tais como: Gugu, Ayrton Senna e Paulo Gustavo. 

    Comoção 

    A comoção pode ser aquele sentimento que mexe com a gente, que nos emociona. Não precisa ser algo relacionado à morte, pode ser algo de felicidade.

    Muitas vezes a comoção é confundida com luto coletivo, mas ambos não são necessariamente a mesma coisa, visto que a comoção pode ser relacionada a algo positivo.

    O que caracteriza o luto?

    Antes de nomear aquilo que está passando por dentro das pessoas atualmente, é importante entendermos o que é e como funciona o luto.

    O luto é considerado um processo de aceitação de uma perda, que pode ser de uma pessoa que amamos ou mesmo o fim de uma fase de nossas vidas. 

    É uma fase que temos que elaborar formas de desapego. Além da morte de um ente ou amigo querido, o luto pode ser sentido também com um término de relacionamento, como casamento, namoro ou até mesmo de uma amizade. 

    Esse sentimento de perda está sendo sentido por muitas pessoas nesse momento, seja pela perda de alguém, pelo isolamento social ou pelo impacto financeiro que a pandemia trouxe para a vida de muitas pessoas.  

    O luto decorrente da pandemia envolve alguns fatores além da perda de uma pessoa da família. Pois perdemos o nosso mundo normal, de encontros e atividades que eram rotineiras. 

    Então, esse sentimento de tristeza e pesar compartilhado por tantas pessoas durante a pandemia é uma comoção ou luto coletivo? 

    Se já é complicado para qualquer um de nós entendemos e aceitarmos a morte de uma pessoa, imagina ter que lidar com uma série de mortes causadas pela pandemia do novo Coronavírus (Covid-19).

    São milhares de pessoas que perderam alguém em um pequeno espaço de tempo e isso acaba envolvendo praticamente todo mundo.

    Todos nós perdemos um amigo, um parente ou um vizinho, por exemplo. Portanto, todos estamos passando por período de luto. Seja pela perda de alguém ou pela perda da própria liberdade de poder sair ás ruas quando e como quiser.

    Todas essas perdas nos deixa comovidos e também nos fazem pensar sobre finitude da vida e nos nossos planos que foram interrompidos e também como vamos seguir no pós-pandemia. Às vezes nos questionamos se sétimos comoção ou luto coletivo, mas o sentimento atualmente é de luto coletivo mesmo, principalmente naqueles que perderam alguém próximo.

    Contudo, mesmo estando em luto coletivo, ainda também podemos estar comovidos, pois uma coisa não anula outra. Por exemplo, diversas pessoas não perderam amigos, conhecidos ou familiares para a pandemia, porém, ela se comove e entra em luto coletivo por todas as vidas ceifadas pelo Covid.

    É praticamente impossível ficar indiferente a toda essas situação, a não ser que a pessoa não tenha nenhum pingo de empatia.

    Como seguir em frente nesse período?

    É importante manter a mente limpa de pensamentos negativos. E, para isso, é bom evitar ver só as notícias que mostram hospitais superlotados, sofrimento e mortes de pessoas. 

    Procure ter uma vida saudável e ocupe seu tempo com seu trabalho, exercícios físicos e separe um tempo para o relaxamento com momentos prazerosos.

    Se distraia assistindo filmes, ouvindo músicas e dê preferências a atividades virtuais em grupo, que quebram a sensação de isolamento e desamparo.

    É muito importante manter-se em contato com amigos e familiares, seja por telefones ou por redes sociais, portanto, nunca escolha sofrer calado.

    É muito importante também poder contar com uma rede de apoio para superar esse período de forma mais tranquila e menos pesada, caso seja necessário. 

    Independentemente se é comoção ou luto coletivo, quando a pessoa está passando por um momento complicado, sempre é bom se apegar também a sua religiosidade, sua espiritualidade ou sua fé.

    Isso porque atividades religiosas e/ou espirituais podem nos fortalecer e ajudam a aliviar o sofrimento. 

    A importância da ajuda psicológica

    Se você está sofrendo de depressão, ansiedade ou com a perda de alguém, busque atendimento psicológico online. Procurar ajuda psicológica não é sinal de fraqueza e nem é motivo de vergonha e, se for necessário tomar medicamentos, faça isso que é para seu próprio bem.  

    Emergência emocional 

    O processo de luto é sempre mais difícil para quem possui um vínculo direto com as vítimas, principalmente quando nesse período, onde não se há velórios normais para que se possa fazer a despedida da pessoa que morreu. 

    A experiência de um trauma como esse pode muitas vezes pode impedir a pessoa de seguir em frente com sua vida. Mas, com ajuda de um profissional de saúde mental e com o apoio da família, tudo pode ser resolvido.

    A importância de se proteger 

    É impossível prever a duração do luto coletivo. Pois o luto é uma experiência que se manterá pela vida toda, mas em intensidades diferentes.

    Algumas pessoas suportam melhor a dor e se adaptam mais facilmente a nova realidade. Outras pessoas não conseguem elaborar as perdas e acabam tendo sofrimento excessivo, depressão a transtornos mentais mais difíceis.

    Cada pessoa dentro do luto coletivo sofre impactos diferentes, portanto, suas necessidades e cuidados são também distintos. Essa situação é tão incomum para a humanidade que não se sabe quais serão as cicatrizes deixadas pela pandemia. 

    Alguns especialistas apontam para o risco de depressão e suicídios no pós-pandemia. Então, é muito importante todos nós ficarmos atentos aos nossos pensamentos e sentimentos durante esse período de luto coletivo para buscarmos ajuda se necessário. 

    Independente de ser comoção ou luto coletivo, é sempre importante saber cuidar dos nossos sentimentos para não acarretarmos problemas psicológicos futuros.

    Deixe um comentário