• Central de atendimento 24h (011) 4780-5608
  • 5 séries que falam como lidar com o luto

    Em meio a pandemia causada pelo novo Coronavírus (Covid-19), a arte acaba sendo uma forma de distração e de reflexão para as pessoas. As séries para lidar com luto são recomendadas tanto como distração quanto como forma de se conectar com parentes amigos.

    Neste sentido, o entretenimento passou a ser usado como meio para suportar os sentimentos de saudade e tristeza. Isso pode ser explicado pelo grande aumento na procura por títulos tristes durante esse período de pandemia.

    Pensando nisso, separamos para você as melhores 5 séries para lidar com o luto disponíveis na internet ou em plataformas de streaming na atualidade. Confira!

    1- After Life

    After Live abre a nossa lista de séries mais modernas para lidar com o luto. Tony é o protagonista da história e ao logo de suas duas temporadas, acompanhamos sua vida após a morte de sua esposa. Após o falecimento de sua esposa, Tony cogita a possibilidade de acabar com a própria vida, mas acaba desistindo.

    No decorrer da série é possível perceber o surgimento de uma pessoa triste e amarga. O protagonista é um exemplo claro de uma pessoa que não sabe lidar com estágios do luto.

    Toda a trama de After Live se desenvolve em torno de Tony, que tem sua vida virada de cabeça para baixo por causa da morte de sua esposa em consequência de um câncer de mama. Mesmo querendo se suicidar, o protagonista resolve viver para punir o mundo pela morte de sua esposa e começa a fazer tudo que tem vontade, mesmo que magoe outras pessoas .

    Seu mau humor e fúria são vistos por ele como um superpoder, mas seu plano de punir as pessoas a sua volta é prejudicado, justamente, quando todos decidem torná-lo uma pessoa melhor.

    O tema principal da série é a busca de como superar o luto. After Life foi criada e dirigida por Ricky Gervais, que também interpreta Tony Johnson, o protagonista da história.

    Produzida originalmente pela Netflix, a trama britânica aborda a perda com um humor sombrio, que nos faz rir sentindo culpa, pois se trata de uma situação muito difícil.

    A história é contada relatando todo o processo de sofrimento do viúvo por conta da perda de sua esposa e suas tentativas de suicídio por não ver mais sentido em sua vida. Tudo isso se intercala com os vídeos que sua esposa deixou antes de morrer.

    O principal objetivo da série é mostrar de forma natural que a perda de uma pessoa próxima é muito difícil, especialmente quando se começa a pensa que algumas coisas poderiam ser diferentes.

    As séries para lidar com luto não precisam necessariamente ser sempre focada no protagonista que perdeu alguém importante, mas também no mundo a sua volta e as pessoas que precisam lidar com a dor da perda do outro. É aí que entra a questão da empatia.

    A série fala não somente das fases do luto em si, mas também de tudo que ocorre na vida de uma pessoa enlutada e tudo que a rodeia. Pois o luto afeta muitas pessoas direta ou indiretamente. After Life é uma série muito bem escrita e dirigida e que vale a pena ser vista.

    2- O Método Kominsky

    Dentre as séries para lidar com luto destacamos O Método Kominsky. A trama acompanha a história de Sandy e Norman, que além de terem que lidar com a perda de seus entes queridos ainda tem que lidar com os desafios da terceira idade.

    Mas essa série não se trata exatamente de um drama, pois traz esses assuntos com muita leveza e de forma cômica. O elenco é um espetáculo à parte, contando com as interpretações de: Michael Douglas, Nancy Travis e Danny De Vitto.

    Portanto, O Método Kominsky é indicada para as pessoas que buscam um alívio mental, mas também gosta de refletir sobre assuntos sérios. Pois a série mostra o lado tragicômico de ficar mais velho. Essa série foi a grande vencedora do Globo de Ouro de Melhor Série de Comédia em 2019.

    O Método Kominsky conta a história de Sandy Kominsky, interpretado pelo grande ator Michael Douglas, que é um professor de teatro conceituado em Hollywood e de Norman Newlander (Alan Arkin), o seu melhor amigo. Os dois compartilham histórias boas e ruins.

    Com o desenrolar da história, Sandy e Norman aprendem a lidar com a morte de seus parentes queridos, com suas limitações físicas, relacionamentos amorosos e todos os desafios enfrentados por pessoas mais velhas.

    Mesmo tratando de temas dramáticos e reflexivos, a série trata tudo com uma leveza incrível e mostra que é possível ser feliz, rir, se divertir e fazer belas reflexões sobre o envelhecimento. Todos os temas relacionados com a velhice são abordados em O Método Kominsky.

    A série fala sobre solidão, sobre amigos que morrem, casas vazias, aposentadoria, amor e muito mais. Os conflitos familiares também trazem muitas discussões calorosas para a série. A filha de Norman é uma dependente química e precisa do apoio do pai para se reerguer.

    A série também mostra situações engraçadas e comuns na vida de idosos, como por exemplo, as brigas de Sandy com seu smartphone. Ele sempre se atrapalha com as mensagens de texto.

    Contudo, O Método Kominsky mostra ainda uma faceta importante da terceira idade. Reflexões sobre namoro, sexo e as relações familiares. Não se trata apenas de uma série sobre morte, mas também sobre a vida.

    O Método Kominsky é uma série tocante que mostra a amizade de dois homens que ao logo da vida que construíram famílias, mas que são abalados pelas perdas de pessoas queridas diante da realidade do tempo.

    É uma ótima série que nos faz refletir sobre o tempo, valores familiares e amigos. É interessante perceber que não se trata de um drama, mesmo que a série mostre despedidas, conflitos e discussões profundas, tudo isso é mostrado de forma divertida e engraçada, como dissemos anteriormente. Então, se prepare para refletir, rir e se emocionar com essa dica.

    3- This is Us

    This is Us é uma série muito conhecida que retrata por meio de flashbacks dois momentos da família Pearson, antes e depois de acontecimentos marcantes. Essa pode ser considerada uma das séries para lidar com luto mais populares.

    Ao longo da série, vemos as transformações graduais dos personagens e como cada um deles seguiu sua vida após eventos traumáticos. A narrativa dos personagens mostra aos telespectadores uma forma de seguirem a sua vida superando a culpa e a tristeza.

    Criada por Dan Fogelman, This is Us conta a história da família Pearson durante várias linhas do tempo diferentes. A história tem como base a morte de um dos seus trigêmeos durante o parto, é quando o casal Rebecca (Mandy Moore) e Jack (Milo Ventimiglia) decidem adotar um recém-nascido que foi resgatado pelo corpo de bombeiros.

    No decorrer da série, os episódios apresentam os problemas e dilemas da família Pearsons enquanto família. A série mostra também a vida particular dos filhos já adultos: Kevin (Justin Hartley), um belo ator de televisão que busca novas oportunidades no teatro, Randall (Sterling K. Brown) um advogado que tem que lidar com a volta de seu pai biológico, e Kate (Chrissy Metz), uma mulher tentando lidar com seus problemas de peso e com seus traumas de infância.

    Mesmo partindo inicialmente do prisma de morte, This is Us fala muito sobre superação, determinação e união familiar. É uma série recomendada pra pessoas que estão passando por um processo de luto e que gostam de ter a família sempre próxima.

    4- The Big C

    The Big C é uma das séries para lidar com luto mais detalhadas e bem escritas. A trama consegue abordar todas as fases do luto e doenças graves com maestria.

    A série aborda por meio de uma narrativa melancólica e reflexiva toda a rotina da personagem principal e de sua família diante da morte eminente. Essa foi uma série do canal Showtime que contava a história de Cathy Jamison (Laura Linney), que era uma professora que descobre um câncer em estágio final.

    Com a descoberta, Cathy passa a ver a vida com outros olhos e tenta viver e experimentar todas as situações que nunca havia se permitido antes.  Inicialmente, a protagonista prefere não contar para a família, o que permite que ela se liberte de várias amarras da vida que ela levava.

    Mas, com o passar do tempo, Cathy é obrigada a contar sua situação para a família. Com isso, ela inicia seu tratamento e a luta contra a doença. Mesmo tratando-se de um tema dramático a série passeia entre o drama e a comédia, trazendo reflexões profundas.

    O roteiro trata de forma inteligente a máxima de fazer a vida valer a pena. A história de Cathy é contada de forma honesta e direta, sem forçar a barra. A série começa de forma comum, onde uma mulher tenta fazer tudo que dá na cabeça porque descobre que vai morrer.

    Mas aos poucos a história sai do lugar comum e vai mudando sua perspectiva, principalmente em relação aos outros personagens da trama que começam a questionar as atitudes nada comuns da protagonista.

    The Big C é um drama inteligente com pitadas de humor que predem o telespectador. Ideal para assistir com a família e amigos, pois nos faz refletir sobre a vida e a morte.

    5- Disque amiga para matar

    A série conta a história da amizade de duas mulheres Jen Harding (Christina Applegate) e Judy Hale (Linda Cardellini), que se conhecem de forma bem peculiar, em um grupo de apoio para pessoas que estão de luto. Tudo começa quando Jen decide ir a uma reunião para tentar aprender a lidar com a morte de seu marido, que faleceu atropelado.

    As duas mulheres então se conhecem e passam a ser grandes amigas. Elas criam um laço de amizade que é ao mesmo tempo bonito e estranho, em que elas se apoiam para tentar superar os seus diferentes tipos de luto.

    A série é um misto de comédia com drama. Disque amiga para matar consegue misturar muito bem o drama e a comédia, sem perder a mão e consegue transitar no tema da morte com maestria.

    Jen precisa aprender a viver com a ausência de marido morto. Mas está revoltada com a forma como ele morreu e também com a demora da polícia em encontrar os envolvidos. Nesse sentido, Judy acaba sendo seu refúgio para desabafar.

    Essa séria é uma ótima opção para quem procura diversão e profundidade. A obra trata de assuntos sérios como a morte, o luto, a família e os amigos. Entre as séries para lidar com luto, essa pode ser considerada uma das mais divertidas.

    Deixe um comentário