• Central de atendimento 24h (011) 4780-5608
  • Qual a diferença entre funerária e plano funerário? Descubra agora!

    Qual a diferença entre uma funerária e plano funerário? Se alguém perguntasse, você saberia responder? Leia este artigo e descubra essa resposta!

    As pessoas parecem que têm receio de se envolver em assuntos relacionados à morte. O medo da morte é uma realidade que nos impede de tratar os temas com naturalidade e liberdade. Isso acaba sendo um desperdício, porque ter e debater certos temas, tal como saber a diferença entre funerária e plano funerário, é algo que pode facilitar a vida no pior momento, na perda de alguém querido.

    A realidade é que as burocracias e os procedimentos que amigos e familiares têm que enfrentar para poder garantir que alguém, enfim, descanse em paz são muitos.

    Mas não veja isso como algo ruim. Imagina como seria se não houvesse regulação dos processos de manejo dos corpos depois de mortos. 

    Não haveria controle  social – verificação dos índices de expectativa de vida, por exemplo, tão importantes para o desenvolvimento humano.

    Benefícios Sociais INSS

    Não haveria nem ao menos a possibilidade de controlar doenças, evitar contaminações ambientais ou mesmo investigar causas das mortes.

    Esses são alguns dos motivos que levaram a nossa sociedade a especificar etapas de preparação do corpo pós-morte e a centralizar esses procedimentos em duas instituições principais: a funerária e o cemitério.

    Cada empreendimento presta um tipo de serviço específico e faz parte do processo completo das boas práticas para a realização de um funeral, do enterro ou da cremação – instituídos por lei, inclusive.

    Dentro disso, onde encaixa-se o plano funerário, então? É disso que trataremos neste artigo: o que é funerária e qual a relação entre funerária e plano funerário.

    O que é funerária?

    Ambos, funerária e plano funerário, prestam assistência às famílias que precisam se despedir de um ente. No entanto, cada um oferece um serviço diferente. 

    O distanciamento entre essas duas prestadoras de serviço está em sua função e nas facilidades que elas oferecem.

    Quando especificamos quais são os serviços oferecidos por uma funerária, já fica bastante fácil de entender o que é uma funerária e qual seu papel nos processos pós-morte.

    A funerária, ou melhor, a casa funerária é responsável por preparar o velório, tanto o espaço da cerimônia quanto o corpo do falecido. Ou seja, ela atua antes do velório acontecer.

    Assim, é uma casa de serviços especializados em funeral, que possui profissionais qualificados para realizar os procedimentos mais delicados.

    O espaço da funerária é totalmente organizado para realizar a preparação do corpo e comercializar os produtos necessários para a cerimônia de despedida e para abrigar os restos mortais com segurança, seguindo os protocolos sanitários. 

    Uma casa funerária oferece:

    • Embalsamamento e tanatopraxia;
    • Venda de urnas (caixões e urnas para cinzas;
    • Decorações da urna funerária (ornamentos, flores, arranjos, coroas de flores, véus, velas e artigos religiosos);
    • Traslado para o local do velório;

    Essas são as funções que a funerária cumpre, tendo em sua equipe vendedores, tanatopraxistas, decoradores, floristas, motoristas (e carros equipados para o traslado de caixões), entre outros. Tudo para atender às necessidades dos familiares na realização da despedida.

    Confira informações importantes sobre os serviços das funerárias durante a pandemia: Tudo o que você precisa saber sobre sepultamento em tempos de Covid-19.

    O que é plano funerário?

    Agora veremos do que se trata um plano funerário, para, enfim, compreendermos exatamente a competência dos dois empreendimentos

    Com essas informações, ficará muito mais claro entender tudo o que é necessário para realizar um funeral e qual a relação entre a funerária e plano funerário.

    Aqui vai uma definição de plano funerário:

    A cobertura do plano funerário vai além dos serviços oferecidos pela funerária, pode abranger seguro de vida, seguro internação, entre outras facilidades. 

    O plano funerário não realiza os serviços, mas sim oferece maneiras simplificadas de contratar todos os serviços exigidos para a realização de um funeral digno do falecido. 

    Assim, oferece ao indivíduo ou à família os meios de preparar-se financeiramente para arcar com todos os gastos. 

    Mais que isso, responsabiliza-se por cada procedimento, de acordo com as vontades da família, auxiliando nos trâmites burocráticos da documentação e na organização dos detalhes do funeral. 

    É a agência funerária que possui os melhores contatos para garantir a qualidade dos serviços prestados pela casa funerária e pelo cemitério.

    Quer saber mais sobre planos funerários? Conheça: 4 mitos sobre planos funerários.

    Qual a função do plano funerário?

    Os planos funerários oferecem diversas coberturas, a depender da estrutura familiar, do estilo de vida e das crenças e vontades de cada um.

    É possível escolher quais serviços serão assegurados por meio do plano funerário e montar seu pacote de maneira a caber no orçamento mensal familiar e atender às necessidades dos indivíduos.

    Veja uma lista dos serviços oferecidos, tendo como base o trabalho desenvolvido pela Amar Assist, uma empresa de planos funerários confiável e renomada:

    • Assistência 24 horas, com cobertura nacional;
    • Despesas com cremação ou sepultamento;
    • Transporte funerário;
    • Diária de câmara fria;
    • Realização de velório;
    • Funeral completo, inclusive a documentação e taxas;
    • Assistência de um agente familiar;
    • Aquisição de jazigo;
    • Seguro internação;
    • Serviços de assistências aos clientes com seus carros, casas e pets.

    Principais diferenças entre funerária e plano funerário

    Fica evidente qual a diferença entre os serviços oferecidos pela funerária e plano funerário, certo? A funerária é um estabelecimento e o plano funerário é um serviço que se presta ao contratante.

    Resumindo, o plano funerário cobre as despesas e organiza todos os procedimentos desenvolvidos para a funerária e também realiza outros serviços, como a gestão de documentos, garantia de jazigo e assistências extras.

    Sabia que a cremação tem sido a melhor opção atualmente, especialmente por conta da pandemia do coronavírus? Você encontra mais informações sobre cremação no artigo: Retornando ao pó: conheça passo a passo o processo de cremação.

    Como funciona um plano funerário?

    Quando você não possui um plano funerário e vem a ocorrer um falecimento na família é preciso correr atrás de todos os preparativos

    Muitas vezes a família não possui indicações de quais são os melhores serviços, as burocracias envolvidas nem uma organização financeira adequada para resolver tudo isso em um momento de extrema tristeza e desorientação.

    Isso torna o momento do luto muito mais doloroso, pois além de ter que lidar com o sentimento de perda é preciso encarar a desestabilização do orçamento familiar. 

    As dores de cabeça que envolvem os preparativos pós-morte acabam arrefecendo a instabilidade emocional.

    Principalmente quando não se tem um jazigo garantido para depositar o corpo ou as cinzas de cremação. 

    O pior é que tudo precisa ser resolvido rapidamente, uma vez que o processo de decomposição faz com que o corpo não possa ficar aguardando por muito tempo. A necessidade de conservar o cadáver por muitos dias aumenta muito o preço do funeral.

    Assim, o chefe ou a chefe de família que preocupam-se com o futuro dos membros da família precisam levar em conta o momento da morte. Afinal, o fato de que todos vamos morrer um dia é a única certeza que temos em vida.

    Saiba mais em: Saiba como funciona um plano funerário e por que contratar.

    Como contratar um plano funerário?

    Atualmente, as formas de contratação do plano funerário são bastante facilitadas. Os serviços possuem atendimentos online, com cobertura nacional. Não importa em que lugar do Brasil você esteja, a agência funerária está capacitada para atender às suas necessidades.

    O primeiro passo é acessar o site da empresa e observar quais são os planos disponíveis.

    Você pode optar por um plano individual ou familiar. Os planos familiares variam de acordo com o número de pessoas beneficiadas, o número de idosos a serem assegurados e os serviços dos quais se deseja cobertura.

    Esses fatores são definidores de quanto custa um plano funerário e do preço das taxas mensais a serem pagas. 

    Após analisar os pacotes oferecidos e avaliar qual melhor se enquadra no seu contexto de vida, o segundo passo é tirar todas as dúvidas. 

    Para isso, você pode acessar a seção do FAQ – perguntas frequentes – e também solicitar atendimento online com um colaborador da empresa.

    Feito isso, você tem todas as informações de que precisa para definir qual plano funerário é mais adequado diante de sua renda mensal e de sua estrutura familiar.

    É importante ficar sempre atento às cláusulas contratuais que envolvem as condições da cobertura e as especificações da carência do plano que será contratado. 

    Uma vez definidos os serviços, o número de segurados e a taxa mensal, basta realizar o pagamento todos os meses e seguir despreocupado. No momento em que a fatalidade vier a ocorrer você já terá todos os meios para lidar com a situação sem desesperos desnecessários.

    Perdeu alguém querido? Saiba como informar o restante dos familiares e amigos: Aprenda a escrever uma nota de falecimento.

    Quais os benefícios de ter um plano funerário?

    A facilidade que o plano funerário oferece vai além de concentrar todos os procedimentos do pós-morte em uma única prestadora. A agência é mesmo um ponto de apoio para o pior momento da vida de alguém.

    A questão financeira não está apenas no parcelamento antecipado dos serviços. Há um custo-benefício muito maior. O pacote contratado diminui significativamente o valor do investimento.

    A agência funerária possui descontos exclusivos em todos os produtos. Acredite, o preço de uma urna ou das decorações podem ser exorbitantes se comprados avulsos diretamente com a funerária, principalmente em um momento, no qual, você não possui cabeça para negociar valores.

    Um artigo que você não pode deixar de ler também: Tudo que você precisa saber sobre reserva de emergência e a importância de um plano funerário.

    O jazigo garantido

    Um dos maiores custos-benefícios está em adquirir o jazigo. Quem não possui um jazigo perpétuo terá de arrendar um com o cemitério

    O preço é cobrado anualmente, com reserva de no máximo três anos e envolve mais que o aluguel do terreno, mas também há  gastos com as taxas de manutenção.

    Garantir um jazigo através de um plano funerário pode ser o melhor investimento na vida de alguém

    Aliás, ter certeza de que teremos onde cair morto ou do local em que serão colocados dignamente os restos mortais de nossos entes traz um alívio sem tamanho para o cotidiano.

    As burocracias do pós morte

    Poucos de nós, meros mortais, estão conscientes de todas as burocracias que envolvem um funeral. Para realizar um sepultamento ou uma cremação é preciso encaminhar a documentação necessária.

    Isso envolve hospitais, órgãos públicos, profissionais da saúde, cartório e até mesmo a polícia a depender da causa da morte. Cada situação exige um trâmite burocrático diferente

    E a cobertura do plano funerário resolve todos esses pormenores por você, que fica encarregado apenas de explicitar suas vontades em relação aos preparativos e lidar com o próprio sentimento de tristeza. Que já são fardos suficientemente grandes para uma pessoa carregar.

    Os documentos que envolvem o momento da morte são:

    Leia os artigos indicados nos links acima e saiba tudo sobre cada um desses documentos, cuja gestão pode ser de competência do plano funerário.

    Seguros e outros serviços

    Muito mais que garantir um funeral digno, os planos funerários oferecem amparo para as pessoas que ainda estão vivas, aumentando a qualidade de vida e a longevidade entre os idosos.

    É possível incluir seguro de vida, seguro internação e assistências para os domicílios, com serviços de eletricista, encanador, entre outros. 

    Há também serviços para automóveis, que amparam o contratante em situações de pane seca e diante da necessidade de guincho.

    Além disso, para quem tem pet há serviços de atendimentos especializados para os animaizinhos que fazem parte da família, facilitando necessidades materiais dos pets e acesso a veterinários de qualidade.

    Confira os detalhes de um plano familiar para entender melhor quais são as assistências que ele oferece: Plano Funerário Familiar – Opção Sem Carência (amarassist.com.br).

    Afinal, qual a diferença entre uma funerária e plano funerário?

    Fica evidente com essa explicação que, se por um lado a casa funerária é aquela que presta serviços no pós-morte, o plano funerário está preocupado com as pessoas ainda vivas.

    Oferece facilidades para os sobreviventes que enfrentam a morte de um ente, mas também garante a qualidade de vida dos seus segurados.

    Diante das inconstâncias da vida, ter um plano funerário familiar parece algo de extrema importância. Aqui, cai muito bem a frase popularmente conhecida: não deixe para depois o que você pode fazer hoje!

    Acompanhe nosso blog e tenha acesso a muitos outros conteúdos de qualidade, para que você esteja sempre à frente dos infortúnios da morte!

    Se você está vivendo um momento de dor, não passe por isso sozinho. Leia o artigo a seguir e sinta-se acolhido:   Como viver o luto: saiba lidar com o sentimento do sobrevivente. 

    Deixe um comentário