Central de atendimento 24h
(011) 4780-5608

Diferença entre seguro de vida e seguro de acidentes

O suporte financeiro diante de uma perda ou acidente pode ser garantido por meio da contratação de um serviço de seguro. Confira as principais diferenças entre o Seguro de Vida e o Seguro de Acidentes. Aproveite a leitura! 

casal, contrato e advogada.

Diante das imprevisibilidades da vida, muitas famílias optam por contratar o serviço de seguros como uma forma de garantir a estabilidade financeira ou o pagamento de despesas diante de um acidente de causa natural ou não. 

O Seguro de Vida é aquele que cobre eventos diversos como morte súbita, morte natural ou casos de invalidez, enquanto o Seguro de Acidentes cobre apenas eventos específicos, como será relatado no artigo.

As recomendações para cada tipo levam em consideração a idade, a ocupação e as necessidades de cada segurado e de suas famílias. 

Além disso, os valores pagos por cada tipo de seguro podem variar, além dos custos para a contratação de um ou de outro. Mas, ambos os casos são isentos do IR e permitem a cobertura individual ou em grupo. 

Benefícios Sociais - Renda Extra

Diante disso, é importante entender a diferença entre o Seguro de Vida e o Seguro de Acidentes, o que cada um deles envolve, os valores a serem pagos por cada um, a apólice e outras informações importantes. 

Confira essas e outras informações no artigo a seguir. Aproveite e tenha uma boa leitura!

O que é o Seguro de Vida?

O seguro de vida é um contrato de serviço feito entre um cliente e uma seguradora que tem como objetivo oferecer uma proteção financeira, apólice, aos familiares ou dependentes do segurado caso ele venha a falecer, por morte natural ou acidental

Aqueles que terão a proteção financeira recebem o nome de beneficiários e serão escolhidos  de maneira prévia, durante a contratação do serviço.

Para a justiça, morte natural é aquela que ocorre por qualquer outra causa que não acidental, com exceção daquelas por infecção ou por causa secundárias de um acidente. 

A morte acidental ocorre quando uma pessoa falece por eventos súbitos, exclusivos e externos, de maneira involuntária e/ou violenta.

A cobertura do seguro de vida será válida nos seguintes casos:

  • Morte acidental: decorrentes de eventos incomuns ou acidentes de trabalho.
  • Morte natural: garante indenização aos familiares em casos de morte natural.
  • Invalidez permanente, parcial ou por acidente: alguns seguros oferecem a cobertura dos casos de invalidez por tempo longo ou indeterminado, que impeça o segurado de trabalhar e manter o padrão de vida da sua família.
  • Doenças graves: como AVC, Câncer, Alzheimer, Infarto, SUrdez ou Insuficiencia Renal Cronica.
  • Despesas médicas: em caso de internações longas, exames, procedimentos.
  • Assistência funeral: para o pagamento das despesas.

No entanto, em casos de invalidez por guerra, fenômenos da natureza, suicídio e doenças preexistentes, os familiares não poderão receber a apólice do seguro. Para a justiça, tem-se como morte natural.

Tipos de Seguro de Vida

Diante das diferentes necessidades e possibilidades, o mercado de seguros oferece diferentes opções de serviço para idades, famílias e profissões diferentes. 

Dessa forma, existem alguns tipos principais de seguros de vida. Confira alguns deles a seguir.

  1. Tradicional

O seguro tradicional garante cobertura vitalícia ao segurado, em casos de morte por doenças ou mesmo acidentes. Todavia, se contratado, ele também poderá ser acionado em casos de doenças graves, acidentes e invalidez.

  1. Resgatável 

Trata-se de uma opção híbrida onde é possível recuperar parte dos valores pagos. Neste caso, são oferecidas as mesmas coberturas que o tradicional, mas caso o segurado desista ele poderá  resgatar o valor investido corrigido com juros de acordo com a inflação.

  1. Temporário 

O seguro de vida do tipo temporário é indicado para situações que ocorrem em um período determinado, como um financiamento. 

Benefícios Sociais - INSS

Nesses casos, caso o segurado venha a falecer, durante o período de pagamento, a apólice do seguro irá cobrir o pagamento das prestações ou mensalidades, evitando a transferência da dívida para os herdeiros ou beneficiários. 

O que é Seguro de Acidentes?

Diferente do seguro de vida, o seguro de acidentes pessoais oferece uma cobertura específica para casos de morte e invalidez permanente para os casos de acidente

Esse tipo de cobertura é indicada para pessoas que exerçam atividades de risco ou que dependem de sua condição de saúde para a realização do seu trabalho. 

O conceito de acidente pessoal, ainda que apresente certa dificuldade para ser definido, são eventos externos e súbitos, que ocorrem de maneira imprevisível e violenta, em uma data específica e que leve a morte ou provoque uma lesão grave ao segurado.

Nesse caso, o valor da apólice costuma ser menor que no seguro de vida completo e costuma não sofrer variação de preço com a idade do segurado. 

Ainda sobre esse assunto, em nosso site você pode encontrar informações sobre como manter a sua última vontade em segredo com o testamento cerrado.

Qual seguro escolher?

calculadora, contrato e pessoas.

A diferença essencial entre o Seguro de Vida e o Seguro de Acidentes é o objeto da cobertura, ou seja, o motivo pelo qual ele será pago aos beneficiários

Enquanto no primeiro tipo, a indenização poderá ser paga tanto para os casos de morte como de acidente, o segundo cobrirá unicamente a morte ou invalidez decorrente de acidente.

Por esse motivo, cada tipo de seguro irá apresentar valores diferentes, sendo o Seguro de Vida com cobertura mais ampla e, consequentemente, custo maior. 

Da mesma forma, a indenização a ser paga aos beneficiários também terá valores diferentes. 

Mas ambos podem ser contratados na modalidade coletiva, feito por empresa ou associação, ou individual, feito por uma única pessoa com necessidades e características específicas. 

Além dos casos já citados, confira a seguir outras semelhanças e diferenças entre cada tipo de seguro. 

Diferenças principais

A principal diferença entre o seguro de vida e o seguro de acidentes pessoais diz respeito ao modo como a indenização será transferida para os beneficiários, ou seja, a forma como ela será praticada. 

No caso do seguro de vida, a apólice será paga de forma que o segurado obtenha os recursos necessários para cobrir suas demandas pessoais ou financeiras, como o custeamento de um tratamento de saúde, por exemplo. 

Nessas situações, antes de fechar o contrato, a seguradora irá solicitar uma Declaração Pessoal de Saúde para analisar as condições de saúde do segurado, seus hábitos e histórico de doenças.

Já no caso do seguro de acidentes pessoais, apenas os dados pessoais do segurado serão solicitados, mas isso não será um impeditivo para contratação do serviço como no seguro de vida. 

Nesse caso, se o segurado vir a sofrer um acidente, a indenização será utilizada para cobrir os gastos do seu tratamento, como suas diárias de internação, mas não poderá ser destinado a outras necessidades.

Semelhanças na cobertura 

Mesmo que existam diferenças fundamentais entre cada tipo de seguro, existem algumas semelhanças quanto ao tipo de cobertura e acerca do pagamento das apólices. Dentre as principais semelhanças estão:

  1. Em ambos os tipos de seguro é possível optar por coberturas adicionais, como auxílio funeral ou invalidez por acidente ou doenças graves.  
  2. O Seguro de Vida e o Seguro de Acidentes estão isentos de Imposto de Renda e de Herança.
  3. Os valores recebidos pelos beneficiários não são incluídos em inventários, o que impede que as dívidas deixadas pelo segurado devam necessariamente ser pagas com o valor do seguro.
  4. Permitem cobertura individual ou coletiva.

Diante das semelhanças e diferenças entre cada tipo de seguro, para escolher aquele que melhor se adequa ao seu caso devem ser consideradas as especificidades do seu perfil, como questões profissionais, orçamento disponível, as necessidades dos dependentes e suas condições prévias de saúde.

Como um seguro pode ajudar no planejamento financeiro de uma família?

família e contrato.

O Seguro de Vida ou o Seguro de Acidentes pode ser uma forma antecipada de organizar a sucessão dos patrimônios e bens de uma pessoa para seus possíveis herdeiros. 

Quando feito de maneira prévia e com esse objetivo, ele recebe o nome de Planejamento Sucessório, mas também pode ser feito apenas como planejamento financeiro pessoal de uma família. 

Dessa forma, para escolher a melhor opção para o seu caso, faz-se necessário analisar o patrimônio pessoal, as necessidades a curto e longo prazo, a legislação acerca da disposição dos bens e patrimônios. 

Nesses casos, além de garantir a tranquilidade e a segurança familiar, o serviço de seguro garante estabilidade e segurança aos familiares em momentos marcados por tragédias ou adoecimentos, de forma que não fiquem desamparados e desprotegidos.

Portanto, antes de escolher a sua prestadora de serviços, busque auxílio de um especialista para entender as suas necessidades e as necessidades da sua família, escolhendo de maneira correta o seguro mais adequado para o seu caso.

Ademais, dentre os principais benefícios ou motivos para a contratação de um Seguro de Vida ou Seguro de Acidentes, estão:

Proteção Financeira 

A indenização paga aos familiares, a depender do tipo de seguro, irá garantir estabilidade e segurança financeira. 

Dessa forma, em caso de morte, aqueles que dependem da renda do segurado para o pagamento de despesas e manutenção da qualidade de vida poderão contar com uma quantia garantida, pelo menos por um tempo. 

No caso do Seguro de Acidentes, a indenização irá poupar a família dos custos com internações, medicamentos e possíveis procedimentos que o segurado possa vir a precisar, de maneira a garantir a sua realização para manutenção da vida do sujeito e apoiar financeiramente os familiares responsáveis. 

Em nosso blog você pode encontrar algumas informações sobre o seguro de vida familiar, seus tipos de cobertura e como acioná-lo.

Proteção Para o Cônjuge

Dentro de um casamento muitas das dívidas e custos são partilhados entre marido e mulher. Nesse caso, o falecimento de uma das partes pode significar perda da qualidade de vida e uma crise financeira. 

A contratação de um Seguro de Vida ou de Acidentes garante que, além do sofrimento pela perda de um ente querido, o cônjuge não sofra com o endividamento e os arrochos financeiros para manter as contas em dia.

Educação e Subsistência dos Filhos

Além da manutenção da casa e das necessidades básicas do dia a dia, a apólice o seguro permite que a educação e o futuro dos filhos também sejam planejadas e garantidas em caso de morte ou invalidez. 

Dessa forma, os descendentes também permanecem amparados e com sua formação socioeducacional garantida.

Isenção Fiscal

Outro ponto importante é que o seguro feito para proteção financeira não entra no inventário, o que indica que ele será pago de maneira direta e integral aos beneficiários sem sofrer com os descontos de uma dívida do segurado, por exemplo.

Dessa forma, o capital recebido pelos beneficiários estará isento de execuções hipotecárias e outros débitos como imposto de renda ou imposto sobre heranças, garantido que o dinheiro chegue nas mãos dos familiares sem qualquer tipo de abatimento e sem comprometer o pagamento das necessidades básicas.

Diante do que vimos até aqui, podemos concluir que a melhor opção é aquela que atende às suas necessidades e da sua família, afinal, em ambos os casos você e seus beneficiários estarão  prevenidos contra os desconfortos e dificuldades enfrentados quando a vida não segue os rumos que foram planejados.

Então, antes de optar por um Seguro de Vida ou um Seguro de Acidentes, busque auxílio de um advogado, analise as condições financeiras da sua família e opte por aquele que melhor se adeque às suas necessidades. 

Já que, a contratação de um seguro vai além de um simples auxílio financeiro, é uma atitude de amparo e cuidado com aqueles que ficam. 

Com essas informações, esperamos ter esclarecido algumas de suas dúvidas acerca dos detalhes relacionados ao Seguro de Vida ou Seguro de Acidentes como um todo, além de seus benefícios e especificidades.

Se gostou desse artigo, acesse o nosso blog e fique por dentro de vários assuntos interessantes.

Deixe um comentário