• Central de atendimento 24h (011) 4780-5608
  • Aprenda a escrever uma nota de falecimento

    A nota de falecimento é um item essencial dentre todas as tarefas necessárias para a realização de um funeral. Aprenda a escrever uma e garanta uma comunicação digna do finado.

    Sabemos que preparar um funeral não é uma tarefa fácil. Embora o serviço funerário se encarregue de muitas das ações necessárias para que o evento ocorra de maneira adequada, escrever a nota de falecimento é uma das funções específicas da família e pode dar bastante trabalho, caso você não saiba como começar!

    Todo funeral precisa ser comunicado para a comunidade na qual o falecido estava inserido. Afinal, a informação sobre a ocorrência da morte precisa chegar a todos os interessados e pessoas que faziam parte da vida do sujeito que acabou de falecer.

    Você já passou por alguma situação embaraçosa em que você comenta sobre uma pessoa acreditando que ela ainda esteja viva e, no meio da conversa, descobre que ela não está mais entre nós?

    Pois é, um acontecimento como esse poderia ser facilmente evitado se a nota de falecimento tivesse sido redigida e divulgada da maneira correta.

    Vamos, então, conhecer quais são os diferentes tipos de nota de falecimento, como divulgá-la no meio impresso e no meio digital e como escrever uma. 

    Acompanhe até o final e confira os modelos que selecionamos para você, caro(a) leitor(a)! Aproveite e boa leitura!

    Antes de tudo, você precisa saber: Você sabe como é feita a preparação do corpo pós-morte?

    O que é uma nota de falecimento?

    A nota de falecimento é um texto do gênero informativo, portanto tem como a sua função principal informar uma nota para o público interessado.

    Conforme esse público varia, altera-se também o local onde ela será publicada e a linguagem a ser usada na hora de redigi-la.

    Não podemos, no entanto, confundir uma nota de falecimento com um obituário

    O obituário é um texto jornalístico, tem um público bastante amplo e tem o objetivo de prestar homenagem além de passar a informação da morte. 

    Assim, é um texto mais extenso que a nota de falecimento e contém informações sobre a vida e os feitos do falecido, servindo como um adeus público, além de informar sobre a causa da morte, entre outros fatores pertinentes a serem divulgados.

    a nota de falecimento tem uma estrutura mais simples, com informações objetivas e cumpre a função de avisar que a morte ocorreu, não precisando relembrar fatos da vida do falecido e nem a sua personalidade.

    Outra informação que você precisa conhecer: Missa de sétimo dia: como marcar e como convidar os amigos e parentes para a homenagem.

    Quais os diferentes públicos da nota de falecimento?

    Uma nota de falecimento, na grande maioria das vezes, é escrita e assinada pela própria família

    Mas é possível que o dono da empresa, a diretora da escola (entre outros) em que o falecido trabalhava, ao tomar conhecimento da morte do funcionário, escrevam uma nota para informar o restante dos colaboradores.

    Além disso, o síndico de um prédio pode também preparar a sua própria nota de falecimento para informar o restante dos inquilinos sobre o falecimento do vizinho.

    Assim como toda e qualquer administração institucional que se preze irá redigir uma nota de falecimento para publicar no diário oficial municipal – ou outro – para divulgar o falecimento para o restante da comunidade.

    Por fim, quando o falecido é uma figura pública ou uma celebridade, os próprios jornais publicam a nota de falecimento, para registrar oficialmente o fato antes mesmo de preparar o obituário.

    Também é uma informação que todos precisam saber: Licença Falecimento: quem tem direito a folga após perder um parente?

    Líderes de Estado e a Lei de acesso à informação

    A Lei Federal nº 12.527/2011 diz que as atividades e notícias que envolvem o Estado são de interesse público e devem ser informadas. Veja o que diz o inciso XXXIII do artigo 5º da Constituição:

    “Todos têm direito a receber dos órgãos públicos informações de seu interesse particular, ou de interesse coletivo ou geral, que serão prestadas no prazo da lei, sob pena de responsabilidade, ressalvadas aquelas cujo sigilo seja imprescindível à segurança da sociedade e do Estado.”

    Dessa maneira, o setor de comunicação do Estado, seja ele a nível Federal, Estadual ou Municipal, tem o dever de informar quando algum executivo que ocupa um cargo importante para toda a comunidade vem a óbito.

    Ou seja, a morte de um(a) prefeito(a), um(a) juiz(a), um(a) senador(a), um(a) ministro(a) etc. etc. deve ser obrigatoriamente informada para toda a comunidade que o/a demanda.

    Isso porque essas pessoas cumprem funções de interesses públicos e sua ausência acarreta em mudanças drásticas em diversos processos ou sistemas institucionais. 

    Assim, todos os interessados precisam ter acesso à informação da morte, sendo esse um dos casos em que a nota de falecimento entra em cena sem ser de responsabilidade da família do falecido.

    Quais os tipos e canais de divulgação dessa nota?

    Diante disso, podemos destacar os seguintes tipos de nota de falecimento, categorizadas de acordo com o público a que se destinam, confira abaixo:

    Nota de falecimento jornalística 

    Divulgada em jornais impressos ou em portais online de informação, disponível a toda e qualquer pessoa que venha a acessar o jornal.

    Nota de falecimento familiar 

    Pode ser divulgada digitalmente, por email, WhatsApp, postada em redes sociais (embora não seja muito recomendável por conta da exposição), ou ainda enviada impressa, em formato de carta. 

    Possui público restrito e previamente selecionado, como amigos próximos e familiares distantes.

    Nota de falecimento empresarial 

    Pode ser a mesma redigida pela família, se a mesma autorizar, ou pode ainda ser elaborada pela empresa unicamente para o fim de informar aos colegas de trabalho o falecimento de um funcionário

    Ainda, é possível que seja distribuída impressa, entregue de um a um aos frequentadores do escritório, seja fixada no quadro de avisos ou ainda encaminhada em formato digital para os endereços de email do domínio empresarial.

    Nota de falecimento de condomínio

    Igualmente ao anterior, a família pode disponibilizar a nota que redigiu para o síndico, ou este pode escrever uma nova, a fim de informar a morte de um vizinho. 

    Não é adequado que esta nota seja colocada em um quadro de avisos, caso houver, pois seria muita exposição, uma vez que circulam pelo prédio várias pessoas além dos moradores. 

    Assim, nesse caso, a melhor maneira é imprimir a nota de falecimento e distribuir entre as caixas de correio dos moradores.

    Nota de falecimento institucional

    Uma escola ou um hospital, por exemplo, podem veicular uma nota de falecimento ao informativo interno, impresso ou digital, informando a essa comunidade restrita a morte de um funcionário, um professor, um paciente ou um estudante, por exemplo. 

    Nota de falecimento estatal

    Essa não precisa nem deve estar limitada a um determinado público. Precisa ser séria, direta e amplamente divulgada, seja por meio digital ou impresso. 

    A nota de falecimento relacionada à Lei de Acesso à Informação precisa ser redigida pelo setor de comunicação, exclusivamente para uso estatal. 

    O Estado pode, ainda, fazer parcerias com canais de comunicação privados para garantir a ampla divulgação da nota.

    Quer entender mais sobre documentações com vigência após a morte? Leia o artigo: Tudo o que você precisa saber sobre testamento.

    Como escrever uma nota de falecimento?

    É preciso ter extremo cuidado para redigir uma nota de falecimento. Já que, ela tem o objetivo de informar e qualquer informação escrita errada, falta de tato na escolha das palavras ou ainda seleção de informação inconveniente ou impertinente pode tornar a nota de falecimento um insulto ao falecido.

    Assim, é um gênero textual extremamente sério, que pode alcançar públicos muito amplos. Qualquer deslize acaba por manchar a imagem pública do falecido e isso seria devastador para aqueles que estão envolvidos nos preparativos do funeral.

    Dessa forma, assim que forem estabelecidos o local, data e horário do funeral a nota precisa ser redigida e divulgada, fazendo-se uma ferramenta essencial para a realização dos cultos fúnebres

    Confira abaixo, um passo-a-passo simples em 5 etapas para escrever a sua nota de falecimento.

    Leia também: 4 mitos sobre planos funerários.

    1. Escolha o redator

    Os familiares responsáveis pelo funeral devem escolher uma pessoa para redigir a nota de falecimento. Alguém que tenha habilidade de escrita, esteja bem informado sobre os detalhes funerários e que se responsabilize também pela divulgação.

    2. Defina o público

    É necessário definir para quem a nota será enviada. Assim, faça uma lista considerando: 

    • Familiares distantes; 
    • Amigos;
    • Local de trabalho;
    • Outros lugares que o falecido frequentava ou projetos do qual participava.

    3. Defina o meio de divulgação

    A partir do público é possível considerar se a nota será distribuída impressa, veiculada digitalmente ou se é possível elaborar os dois modelos, cada qual para um determinado público. 

    Isso é importante pois define o modelo e os elementos que a nota de falecimento irá comportar.

    4. Redija a nota de falecimento

    Certifique-se da correspondência de todas as informações necessárias do falecido, como: 

    • Nome completo do falecido;
    • Apelido;
    • Dia do óbito;
    • Local;
    • Data;
    • Horário do funeral. 

    Além disso, selecione as informações extras que a família deseja colocar na nota. Por fim, crie um modelo padrão que será ligeiramente alterado para cada destinatário.

    5. Divulgue essa nota

    Separe um momento para fazer uma lista dos locais em que a nota será publicada, de acordo com cada destinatário, para ter certeza de que ela chegará para todos e todas: 

    Assim, faça uma lista com os endereços de email, números de telefone e endereços residenciais e comerciais do público-alvo. 

    Depois, encaminhe as notas para os endereços/plataformas selecionados/as especificando os destinatários específicos em cada nota.

    Agora que você sabe qual a função, quais as especificidades e o passo-a-passo para escrever e divulgar uma nota de falecimento, vejamos alguns modelos, confira abaixo!

    Modelos de nota de falecimento

    As notas de falecimento impressas podem ser mais simples para que sejam impressas na quantidade adequada sem gerar grandes gastos

    Assim, o seu layout pode ser preto e branco e em formato de um pequeno cartão, contendo apenas as informações necessárias. Dessa forma, é importante escolher um papel de qualidade e imponente.

    Já as notas de falecimento digitais podem ser mais sofisticadas, coloridas, conter foto do falecido entre outros elementos gráficos. É importante que seja formatada em tamanho de carta (216 x 279 mm) ou menos, para ser de fácil visualização e para o arquivo não ficar muito pesado. 

    1. Nota de falecimento impressa

    Existem dois modelos de nota de falecimento impressa que podem ser utilizados, a depender para quem ela será enviada. Confira abaixo!

    a) Modelo para ser divulgado entre familiares e amigos próximos

    É possível que os familiares – esposo(a), filhos(as) – remetentes da nota de falecimento assinem a próprio punho no espaço em branco no canto inferior direito

    É trabalhoso assinar todas a depender da quantidade, mas é um detalhe importante para gerar respeitabilidade e formalização ao informativo.

    b) Modelo a ser destinado ao trabalho ou outros interessados menos íntimos

    2. Nota de falecimento digital

    Há também dois modelos de nota de falecimento digital que podem ser utilizados, a depender para quem ela será enviada. Confira abaixo!

    a) Modelo destinado a pessoas próximas

    b) Modelo destinado para empresas ou instituições

    É importante ressaltar que criamos esses modelos para nossos leitores terem como base, mas a nota de falecimento pode ser redigida da maneira que achar mais apropriada, desde que exponha as informações fundamentais que sistematizamos acima.

    Vale ressaltar ainda que, apesar de ser elegante colocar fotos ou outros elementos gráficos, uma nota de falecimento deve manter seu tom sóbrio e respeitoso, portanto, enfeitar o informativo com muitas cores ou desenhos não é uma boa pedida.

    Esperamos que este conteúdo lhe tenha sido útil. Navegue em nosso blog e descubra muitas outras informações relevantes!

    Leia também: Conheça uma lista de músicas de luto que ajudam a superar a perda.

    Deixe um comentário