• Central de atendimento 24h (011) 4780-5608
  • Você sabe como surgiu o cemitério? Descubra agora!

    Conheça a história do surgimento do cemitério e saiba como esta cultura se popularizou em nossa sociedade!

    jazigos dispostos em cemitério

    Embora a morte seja um destino certeiro para cada um de nós, este assunto ainda é evitado pela maioria das pessoas. Já que, os tabus que envolvem a morte impedem que o tema seja conversado abertamente e, por conseguinte, o óbito de um ente querido torna-se ainda mais doloroso, pois não houve o devido preparo para essa situação e não sabemos como lidar com ela.

    Nesse sentido, é importante que a morte, apesar de ser um tema sensível, comece a ser tratado com mais naturalidade, a fim de que haja redução de impactos e sofrimento no momento em que ocorre um falecimento. 

    Pois, estar preparado para a morte não quer dizer que não apreciamos a nossa vida ou estamos atraindo sentimentos ruins, mas significa que queremos reduzir o máximo que pudermos os transtornos que este acontecimento traz consigo. 

    Assim, no texto de hoje, elencamos algumas curiosidades acerca do surgimento do cemitério e informações muito válidas para que você faça escolhas assertivas quando for necessário. 

    Acompanhe a leitura para ficar por dentro do assunto e aproveite as curiosidades desse tema!

    O que é um cemitério?

    O cemitério é o local designado para comportar o cadáver de pessoas falecidas. Conhecido como o local do descanso eterno, o cemitério é um lugar extremamente necessário, tendo em vista que o corpo humano leva anos para concluir o seu processo de decomposição. 

    Ocorrem, nos cemitérios, rituais fúnebres como o velório, as homenagens ao ente querido e, por fim, o sepultamento ou a cremação, dependendo da escolha da pessoa falecida. 

    É neste local que guardamos as pessoas que tanto amamos quando o seu ciclo de vida se encerra. Além disso, temos a oportunidade de eventualmente visitarmos o jazigo do ente querido e depositarmos flores e demais homenagens à pessoa falecida. 

    Entretanto, os cemitérios que conhecemos hoje não foram sempre assim. Eles possuem uma origem interessante e curiosa, da qual falaremos a seguir. 

    Como surgiu o cemitério? Entenda a origem!

    Desde as civilizações mais antigas o enterro é uma prática realizada pelos povos que compõem as sociedades, haja vista que os corpos das pessoas falecidas precisavam ser depositados em algum local. 

    Inicialmente, os corpos eram enterrados nas áreas internas das igrejas e em espaços adjacentes. No entanto, com o passar do tempo, novas alternativas precisaram ser aderidas pelas pessoas, pois já não havia mais espaço para enterrar os falecidos. 

    Com a superlotação de corpos enterrados, o solo foi expressivamente contaminado, o que culminou em epidemias mortais. 

    Devido a esta crise, surgiu uma lei inglesa a qual estabeleceu encaminhamentos para a realização dos sepultamentos. 

    A partir de então, os sepultamentos deveriam ser realizados ao ar livre e em locais distantes da área urbana. Esta lei é considerada o marco do início dos cemitérios, os quais evoluíram até tornarem-se o que conhecemos hoje. 

    As catacumbas subterrâneas

    Registros históricos apontam que antes mesmo de os corpos começarem a ser enterrados nas áreas internas das igrejas, povos ainda mais antigos já executavam a prática de enterrarem seus falecidos. 

    Os povos hebreus introduziram esta prática na humanidade, a qual foi adotada posteriormente pelos cristãos, que criavam catacumbas em paredes de galerias subterrâneas para depositarem os corpos das pessoas falecidas. 

    Assim como tudo em nossa sociedade, o processo de enterro dos nossos entes queridos também passou por mudanças e evoluções. 

    Hoje, temos à nossa disposição diferentes tipos de cemitérios, com características e especificidades próprias, dentre os quais podemos escolher o que melhor se adequa ao nosso perfil e à nossa necessidade. 

    Os diferentes tipos de cemitérios

    cemitério parque padronizado

    Como mencionamos anteriormente, os cemitérios com os quais estamos familiarizados hoje passaram por algumas evoluções com o passar do tempo. 

    Dessa forma, atualmente existem diferentes modalidades de cemitérios no mercado que buscam atender às expectativas e necessidades da população. 

    Conhecer os tipos de cemitérios disponíveis é fundamental para que não sejamos pegos desprevenidos no momento em que ocorre o falecimento de uma pessoa querida. 

    Afinal, a morte de alguém que amamos é sempre um momento muito delicado e sensível, dessa forma, reduzir impactos é essencial.

    Existem, basicamente, três modalidades de cemitérios no mercado atualmente. São eles: o cemitério horizontal, o cemitério vertical e o cemitério parque. Continue a leitura para entender as características de cada um deles. 

    Cemitério horizontal

    O cemitério horizontal figura como a modalidade mais tradicional e popular entre as pessoas. Neste modelo de cemitério, o cadáver é disposto em uma sepultura subterrânea e os jazigos, que possuem base de mármore ou granizo, ficam expostos. 

    Os cemitérios horizontais tendem a ser mais procurados devido a sua tradicionalidade e arquitetura marcante. Nesta modalidade de cemitério, é possível adicionar estátuas, cruzes, entre outros elementos que visam homenagear a pessoa falecida. 

    Vantagens do cemitério horizontal 

    Algumas das principais vantagens dos cemitérios horizontais são:

    • Valor histórico e cultural

    Devido a sua tradicionalidade, muitos dos cemitérios horizontais carregam consigo um forte valor histórico e cultural. Alguns deles, inclusive, são considerados pontos turísticos, os quais atraem visitantes e turistas pela sua história e carga cultural. 

    • Arquitetura peculiar e chamativa

    Amantes da arquitetura também são comumente atraídos pelos cemitérios horizontais, tendo em vista que a sua composição arquitetônica é, na maioria das vezes, bastante convidativa. Com um tom mais clássico e tradicional, estes cemitérios imprimem beleza e classe em sua construção.

    • Estrutura esteticamente bela

    Os elementos estéticos também compõem visualmente a beleza dos cemitérios tradicionais. Os jazigos, como mencionamos anteriormente, são de mármore ou granizo, materiais que imprimem elegância e beleza.

    • Familiaridade e popularidade

    Ademais, os cemitérios horizontais são os mais populares entre as pessoas, o que pode gerar uma sensação de conforto e serenidade. Este sentimento de familiaridade tende a ajudar as pessoas a assimilarem melhor a sua perda e lidarem com o seu luto de forma saudável. 

    Cemitério vertical 

    Embora ainda seja pouco conhecido, o cemitério vertical vem conquistando espaço no mercado devido a sua praticidade e às vantagens que ele oferece

    Esta modalidade de cemitério consiste em diversos compartimentos, semelhantes a gavetas, nos quais são depositados os corpos dos entes queridos. 

    Estes compartimentos chamam-se lóculos e têm capacidade para comportar um corpo. Entretanto, apesar de abrigar um só cadáver, eles podem ser transferidos para os herdeiros do titular. 

    Dentre as modalidades de cemitérios, o cemitério vertical é o mais econômico, uma vez que foi idealizado e concebido especialmente para reduzir custos e otimizar o espaço. 

    Vantagens do cemitério vertical

    • Economia

    Os custos de manutenção dos cemitérios verticais são mais baixos, o que garante uma redução expressiva nos custos a longo prazo. 

    • Sustentabilidade

    Os cemitérios verticais não impactam negativamente o meio ambiente, pois o líquido liberado pelo cadáver em decomposição é retirado e passa por um processo de purificação por meio de tubulações específicas para este procedimento.

    • Otimização dos espaços

    Os compartimentos nos quais são depositados os corpos das pessoas falecidas são dispostos um em cima do outro. Dessa forma, não há perigo de superlotação ou problemas logísticos em relação ao espaço físico do cemitério. 

    • Fácil monitoramento

    O modo como os gaveteiros são organizados permite uma visão ampla do ambiente. Assim, o monitoramento torna-se mais fácil e é possível identificar com precisão se algo precisa de reparo ou ajuste. 

    Cemitério parque ou jardim

    O grande diferencial do cemitério parque, o qual também podemos chamar de cemitério jardim, é o fato de que ele está disposto em um local no qual há uma forte presença de árvores e outros elementos naturais. 

    Diferentemente do cemitério horizontal, não é permitida a construção de jazigos expostos no cemitério parque, pois há um grande compromisso com a preservação da natureza que emoldura o local. 

    Nesta modalidade de cemitério, os corpos são depositados em jazigos subterrâneos, os quais são cobertos por uma grande faixa de grama

    Vantagens do cemitério parque

    • Ambiente agradável 

    A integração com a natureza é a grande vantagem do cemitério parque. A presença do verde confere ao local a sensação de tranquilidade, paz, leveza e serenidade, sentimentos reconfortantes para uma família enlutada. 

    • Privacidade 

    O cemitério parque tende a ser mais intimista e tranquilo. Nesse sentido, os familiares e amigos do ente querido têm mais liberdade para visitarem o túmulo e utilizarem o momento da visita como for conveniente para si. 

    • Estrutura completa

    A maioria dos cemitérios parque contam com uma estrutura completa que compreende floriculturas, espaços para velório, lanchonetes, entre outros espaços que atendem as necessidades da família enlutada. 

    Os cemitérios mais famosos do mundo

    Existem incontáveis cemitérios espalhados ao redor do mundo, dos mais diferentes tamanhos, modalidades e formatos. No entanto, dentre os milhares de cemitérios existentes, alguns destacam-se devido a sua carga histórica

    A seguir, elencamos alguns dos cemitérios mais famosos do mundo. Confira abaixo!

    Old Jewish

    Lápides do Old Jewish

    O famoso cemitério Old Jewish, fundado no século XV, está localizado em Praga, capital da atual República Checa e é considerado um dos mais antigos e tradicionais

    Ele ficou famoso devido a sua arquitetura um tanto peculiar, a qual consiste em uma lapidação excessivamente torta. 

    Este detalhe incomum é decorrente da superlotação do cemitério, tendo em vista que muitos judeus foram enterrados no Old Jewish. Ele é um dos cemitérios mais procurados do mundo por turistas e visitantes. 

    Forest Lawn

    Visão geral do cemitério Forest Lawn

    O Forest Lawn, por sua vez, pertence à cidade da Califórnia, em Los Angeles, e é considerado um patrimônio cultural e histórico da região. Nele, é possível encontrar mosaicos que homenageiam os presidentes George e Lincoln.

    Um outro fator interessante sobre o Forest Lawn é o fato de que nele estão enterradas personalidades importantes da mídia, como o grandioso cantor Michael Jackson. O cemitério é um ponto turístico extremamente visitado

    Mount Auburn Cemetery de Massachusetts

    Marcado pela forte presença de árvores, flores e uma grande extensão de área verde, Mount Auburn Cemetery de Massachusetts, também figura como um dos cemitérios mais famosos do mundo. Construído em 1831, o cemitério comporta em seu solo cerca de 93 mil corpos. 

    Cemitério da Recoleta

    Cemitério da Recoleta, Argentina

    Finalmente, um outro cemitério extremamente famoso é o Cemitério da Recoleta, que fica localizado em Buenos Aires e é considerado um dos pontos turísticos mais marcantes e procurados da cidade. 

    Dentre os atrativos do cemitério, destacam-se o amplo jardim e as variadas obras de arte que compõem a beleza do local. 

    Devido à imensa procura, são organizadas visitas guiadas às terças e aos domingos para que os visitantes e turistas possam conhecer não só a parte visual do cemitério, mas também a sua história e valor cultural. 

    Anualmente, inúmeros visitantes deslocam-se até o Cemitério da Recoleta para conhecerem o ponto turístico. 

    Os cemitérios ainda são a única opção para enterro hoje em dia?

    Embora os cemitérios ainda sejam os locais mais procurados para realizar o sepultamento de um ente querido, eles já não são mais a única opção de destino para alguém após a morte. 

    Nesse sentido, a cremação emerge como um caminho para o corpo da pessoa falecida após o óbito. 

    Apesar de ainda ser um procedimento pouco explorado pelas pessoas, a cremação vem ganhando cada vez mais espaço e se tornando uma opção para muitas famílias. 

    A cremação não é um procedimento recente. Na verdade, conforme apontam fontes históricas, esta técnica é milenar

    No Brasil, ela ainda vem conquistando o seu espaço, mas já é bastante utilizada ao redor do mundo. Em alguns países, inclusive, este método é ainda mais utilizado do que o sepultamento, devido o baixo custo em relação ao enterro. 

    Uma vez que é realizado o procedimento, as cinzas da cremação são entregues à família do ente querido e esta pode dar o fim que desejarem. 

    É possível depositar as cinzas no mar, em campos floridos, em lugares que foram importantes para a pessoa falecida durante sua vida, entre outras opções. 

    Há, também, a possibilidade de manter as cinzas no lar e guardar uma parte da pessoa falecida consigo. Esta é uma forma de preservar a presença do ente querido mesmo após o seu falecimento.

    O que considerar ao escolher um cemitério?

    estátua em cima do jazigo

    Agora que você já conhece as diferentes modalidades de cemitério e as características de cada um deles, é importante saber, também, o que deve ser considerado ao optar por um cemitério. 

    É imprescindível analisar atenciosamente alguns aspectos a fim de identificar que tipo de cemitério é o ideal para o que você busca. Alguns dos aspectos a ser considerados são:

    Antes de tudo, defina o procedimento a ser realizado

    A princípio, é preciso definir o destino que será dado ao corpo. É importante definir se o ente querido será sepultado ou cremado para que então a família possa iniciar a pesquisa e busca pelo cemitério ideal. 

    Se a pessoa falecida manifestou em vida o desejo de ser cremada, a família deve optar por cemitérios que realizam este procedimento, para que o desejo do ente querido seja atendido e respeitado. 

    Avalie a estrutura física do cemitério

    Outro aspecto muito importante a ser avaliado é a estrutura física do cemitério. Observe se o cemitério é bem estruturado, se ele é adequadamente administrado e oferece recursos e subsídios para atender às necessidades da família enlutada. 

    Se possível, opte por cemitérios privados. Infelizmente, os cemitérios públicos são suscetíveis a atos de depredação e vandalismo, o que pode acarretar alguns transtornos aos familiares da pessoa falecida. 

    Conheça a localização 

    Faça uma visita prévia ao cemitério para conhecer bem a sua localização. Verifique se ele está alocado em um lugar cujas imediações são perigosas. Certifique-se, também, de que o local é acessível para todas as pessoas que irão participar do funeral posteriormente. 

    É preciso quebrar o estigma de que se preparar para a morte é atrair a negatividade. Estar precavido é, antes de tudo, oferecer mais tranquilidade para a família e reduzir maiores danos. 

    Em um momento de dor como a perda, tudo o que menos queremos e precisamos é de dores de cabeça desnecessárias.  

    Saiba quais são os serviços oferecidos 

    Faça uma pesquisa de mercado para saber quais são os serviços oferecidos pelos cemitérios disponíveis. Muitos deles oferecem toda a estrutura necessária para a realização do velório, além de contarem com lanchonetes, entre outros serviços. 

    É importante se certificar de que o cemitério oferece comodidade e conforto para as pessoas que estarão presentes durante o funeral. 

    Em alguns casos, familiares e amigos vêm de longe para se despedirem do ente querido e prestarem suas últimas homenagens, por isso é essencial que haja uma estrutura adequada para recebê-los. 

    Observe se o cemitério é um local agradável

    Durante muito tempo, os cemitérios foram vistos como locais sombrios, desagradáveis e assustadores. 

    Eles foram retratados dessa forma em filmes, livros e outras expressões artísticas, o que acabou criando este imaginário popular de que o cemitério é, em essência, um lugar ruim.

    Contudo, com o passar do tempo, temos aprendido a ressignificar este local. Os próprios cemitérios têm se empenhado em quebrar o estereótipo e oferecer um lugar sereno, aconchegante, seguro e leve para que as famílias possam sepultar os seus entes queridos. 

    Ao escolher um cemitério, observe se o local é agradável. Se a atmosfera traz paz e conforto aos corações das pessoas de luto. Este local será cenário de muitas visitas marcantes, portanto, deve ser um lugar que transmita paz e segurança. 

    Gostou do conteúdo que preparamos hoje? Então aproveite para compartilhar com mais pessoas. Não esqueça de deixar um comentário nos contando o que achou.

    Deixe um comentário